Star Wars: Legends of The Force
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Antes de se registrar, leia as regras!

Compartilhe | 
 

 ÓRBITA DE KUAT

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Reborn
Imperador em Exercício
Imperador em Exercício
avatar

Mensagens : 17
Data de Inscrição : 08/09/2017

MensagemAssunto: ÓRBITA DE KUAT   Seg Set 18, 2017 8:25 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Reborn
Imperador em Exercício
Imperador em Exercício
avatar

Mensagens : 17
Data de Inscrição : 08/09/2017

MensagemAssunto: From Ashes to Eternity   Qui Set 21, 2017 12:04 am

Foram dias difíceis. O Império abafava a todo custo a possibilidade de propaganda rebelde se infiltrar nos setores sob sua tutela. A mão de ferro apertou firme. Informações que circulavam apenas pela Inteligência sugeriam manifestações isoladas, mas que poderiam se tornar mais frequentes e numerosas. A propaganda imperial foi intensificada. Era necessário que o Império se mantivesse inabalável para a opinião pública e aumentar as campanhas de alistamento, o ufanismo dos súditos. De Endor nada era comunicado. Desculpe, Endor? O que é isso? Nunca ouvimos falar. Embora o núcleo fosse leal, especialmente Byss e proximidades, os profetas mantinham sua postura de não alterar o rumo dos acontecimentos. Sábios conselheiros, ultrapassados quando necessários, como os Jedi antes deles.

A movimentação era constante, em Kuat ainda mais.  Todos apressados por uma solução para a crise instaurada. Não se via um amontado de destroyers como aquele desde as conferências do tempo dos clones e dos dróides. O renomado estaleiro kuatiano seria palco de um divisor de águas. Na sala de conferências a nata do Império se mostrava tão bárbara quanto twi'leks da quebrada mais esquecida de Ryloth. Moffs, grão almirantes, coronéis, generais... Idiotas. O que devia ser uma reunião de cúpula descaradamente se mostrou uma ridícula e estapafúrdia disputa de egos e por territórios. Talvez fosse a existência de Vader que constrangesse esses canalhas porque, agora sem ele, o Império ameaça fragmentar em mais pedaços do que os separatistas ameaçaram a Velha República.


[Gal. Veers] - Senhores, esta é uma questão de urgência!  - * insistia esperançoso, embora sua paciência há muito tenha se esgotado **

[Dir. Isard] - Sem dúvida, general. Todavia, parece-me razoável que cada um de nós se preocupe com seu próprio setor.

[G. M. Zsinj] - Está bem, por mim. - ** garante-se com toda a prepotência que lhe é cabível **

[Col. Yularen] - Por que não cala a boca, Zsinj? - vociferou irritado, já há muito incomodado com a arrogância do moff. Os cantos retraídos de seus lábios, detalhe quase imperceptível, era sinal do luto pela perda de colegas e ex-alunos da Academia, mas acima de tudo, de Vader que, mais do que um superior, talvez tivesse sido um amigo. - O que estão sugerindo, você a diretora, tem nome - é separatismo - e eu não admitirei qualquer tentativa desse crime contra o Estado!

[Alm. Galak Fyyar] - Com todo respeito, coronel, vamos encarar os fatos. O imperador se foi e sem imperador não há Im-.

A fala do almirante foi interrompida por barulho do choque entre metais do lado de fora da porta. Pelo som parecia se aproximar até que a porta se abriu. Dela surge uma fila de dróides¹ vermelhos se aproxima da mesa.² Coincidentemente um dróide se dirigiu a cada um dos membros de alto escalão presentes e solicitou uma amostra de sangue. Após o processamento das amostras os dróides se pronunciaram e os que não tinham cabelos brancos ainda passaram a ter quando o rosto do imperador finado foi projetado no interior da viseira dos dróides sentinelas.

Spoiler:
 

[Moff Kentor Sarne] - Mas o que diabos está acontecendo aqui? - Questionou confuso.

[Dróides Sentinelas] - Saudações, senhores... e senhora. Tenho uma mensagem para vocês do próprio Imperador.. - A voz agora saía idêntica à de Darth Sidious. - "Senhores, vocês foram escolhidos para uma honra especial. Resistência, rebelião, subversão. Estes são conceitos que não devem persistir, senhores. Vocês são alguns de meus vários instrumentos para extingui-los. Iniciem a Operação: Cinder. Em breve retornarei para vocês. Até lá, deixo meu mensageiro R3B-0RN como regente. Ele cuidará bem de vocês."

O rosto do imperador desapareceu das viseiras dos dróides deixando um climão no ar. Muitos estavam perplexos, custavam a digerir a informação. Outros sentiam um frio na espinha. Será que mesmo após a morte o imperador armou uma peça para coagi-los? Isso incomodou os mais céticos que começaram a se levantar, primeiro Grand Moff Zsinj e depois a diretora Isard e outros acompanharam.

[G. M. Zsinj] - Isso está passando dos limites! Ah está... É um ultraje! - reclamava pra todos enquanto empurrava um dos droides ao chão. - É um tolice ouvirmos essas máquinas! Regente... O imperador deixou um d-!..

Zsinj parou quando tentou sem sucesso derrubar outro dróide, este que lhe agarrou firme o pulso direito com uma pressão sobre-humana. O temor nítido no olhar. A mão empalidecia com a vascularização interrompida pelo apertão forte da máquina. Talvez não tivesse noção da força que possuía em relação à fragilidade humana ou talvez...

[R3B-0RN] - Um...? Dróide? - A grave voz metálica arrastou-se vocabulador a fora. Soava como profundo como um corte.

Instantes de tensão tanto por Zsinj quanto pelos espectadores estarrecidos.


[R3B-0RN] - Sou seu imperador em exercício, pelo próprio Sheev Palpatine. Nome imponente, não? Sheev... Dá para entender o motivo de só assinar Imperador.

Estranho. O dróide estava sendo... sarcástico? Aproximou a face metálica o suficiente para Zsinj sentir mais a intimidação do que a própria mão. Foi uma piada.

[R3B-0RN] - Ela já deve estar dormente, mais um pouco talvez necrose? Não custa tentar. Afinal, o que é a ciência se não observação e experimentação, tentativa e erro?... Ela demanda sacrifícios também. Então vamos pensar nisso antes de nos insubordinarmos, ok? Mas eu sou uma máquina, né? Eu quebro.

De repente, um grito. A expressão de dor clara no rosto de Zsinj tronou-se aguda quando viu sua própria mão segurada pelo mão robótica de Reborn.

[R3B-0RN] - Ops. Quebrou. - Dirigindo sua fala agora aos demais, pronuncia-se solene. - O Império precisa de um Imperador. Prevendo que as cabeças menores da hidra disputariam entre si quando a central fosse cortada, o Imperador me delegou regente. É isso. Alguma dúvida?

Embora desgostosos com a situação, ninguém se atreveu a dar um pio.

[R3B-0RN] -  O que houve? É o humor negro? Sem ofensas, Moff Panaka. - Dizia antes de notar um oficial próximo. - Almirante Screed?

[Alm. Terrinald Screed] - Quero que meu filho cresça conhecendo a guerra. Pelo contrário, quero que cresça sabendo o que é a República e temo que o curso atual não permita isso. Não tomarei parte nesta operação. Entregarei minha carta de demissão. - posiciona-se corajoso de frente contra o dróide, sairia de cabeça erguida.

[R3B-0RN] - Solicitação concedida, Terry. Seu filho não deve crescer em meio à guerra.

[Alm. Terrinald Screed] - É sério isso? - desconfiou - Obrigado, milorde.

O almirante saiu apressado, estava ansioso para conta a boa nova a sua familia. Teria mais tempo para se dedicar a filho que mal via. Reborn agia como se nada tivesse acontecido, embora desconfiassem de sua benevolência. Como um droide daqueles poderia ser regente?

[Dir. Isard] - Milorde, vai mesmo deixá-lo partir sabendo o que ele sabe? Se for capturado pelos rebeldes...

[R3B-0RN] - Não se preocupe, diretora. Ele não quer que o filho conheça a guerra e assim será feito. Não sou um bom senhor? - Comentou misterioso, enigmático, parecia ter uma carta na manga.

[Coronel Yularen] - Ham... Com a operação Cinder inciada, meu senhor, qual será o próximo passo?

Os mais céticos negariam, mas poderiam jurar que viram o dróide sorrir um sorriso maléfico e ardil.

[R3B-0RN] - Que bom que perguntou. As frequências emitidas por sobreviventes do Expurgo, quais eram mesmo?

Juntos o lato escalão imperial começava a agir, agora sob nova liderança. Era estranho, por vezes desonroso receber ordens de um droide. Mas é melhor obedecer vivo do que se rebelar morto. O Império não cairia. Ele renascerá como fênix.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Reborn
Imperador em Exercício
Imperador em Exercício
avatar

Mensagens : 17
Data de Inscrição : 08/09/2017

MensagemAssunto: Re: ÓRBITA DE KUAT   Qui Set 21, 2017 10:16 pm

A conversa com Yularen e os demais foi produtiva. As diretrizes foram dadas e cada um seria acompanhado de perto pelos sentinelas. Sempre de olho, sempre ouvindo, sempre ao alcance. Nada lhe escapa. Como responsáveis pela Inteligência Imperial, tanto o coronel Yularen quanto a diretora Isard puderam confirmar, não deixando de se entreolharem surpresos, as informações classificadas que Reborn mencionava. Documentos de altíssimo sigilo, coordenadas especiais, rotas de hiperespaço vitais e mais importante: frequências, em particular aquelas que sabia serem utilizadas pelos sobreviventes da Ordem 66. Pôs seu plano em ação exigindo que alguns pontos estratégicos do território imperial buscassem aquela frequência. Dias se passaram. Do observatório do estaleiro Reborn contemplava a vista. Espaço: a última fronteira. O planeta esverdeado quase não se via. Conhecia o desejo pela imortalidade nutrido pelo Imperador e seu mestre, Darth Plagueis o Sábio. Por um instante indagou-se se não seria ele próprio o empreendimento final rumo a esse objetivo antes que um oficial jovem, jovem demais como boa parte da nova Marinha, veio correndo a seu encontro.

[Of. Laicifo] - Imperador! Meu senhor...

Spoiler:
 

Reborn virou-se para o oficial e não emitiu um som. Mais intimidador do que sua fala era seu silêncio.

[Of. Laicifo] - Hm. Moff Brill fez contato, meu senhor. Os receptores em Prakith detectaram retorno da frequência não muito distante dali.

O dróide manteve-se imóvel um tempo até que finalmente respondeu.

[R3B-0RN] - De um sistema próximo, eu sei. Meu sentinela em Prakith precisará de escolta. Comunique à Cidadela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ÓRBITA DE KUAT   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ÓRBITA DE KUAT
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Portugal] Será desta que a TAP abandona a órbita do Estado?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Star Wars: Legends of The Force :: PLANETAS - IMPÉRIO GALÁCTICO :: Kuat-
Ir para: